Conheça Rita Hayworth

11:19

Rita Hayworth - 1946
Margarita Carmen Cansino era dançarina e atriz, alcançou a fama na década de 1940 como uma das principais estrelas da época. Aparecendo nas telas primeiro como ''Rita Cansino'' ela concordou em mudar seu nome para Rita Hayworth e mudar sua cor natural de cabelo (castanho escuro) para o vermelho ruivo, atraindo maior variedade de papéis.
Rita apareceu em um total de 61 filmes ao longo de 37 anos. Ela é uma das seis mulheres que teve a honra de ter dançado na tela com Fred Astaire e Gene Kelly.

Filha e neta de dançarinos, seu pai queria que ela fosse uma dançarina profissional, enquanto a mãe esperava que ela fosse uma atriz. Frequentou aulas de dança e começou a se apresentar publicamente a partir dos seis anos de idade, em 1926, com oito anos ela foi destaque no La Fiesta um curta-metragem para a Warner Bros.

Rita Hayworth - 1940s
Em 1927, seu pai levou a família para Hollywood onde abriu o seu próprio estúdio de dança. Durante a grande depressão os musicais não estavam mais em alta ocasionando a perda de todos os seus investimentos. Ele fez uma parceria com a sua filha para criar um cassino com danças, mas perante as leis da Califórnia, Rita era muito jovem para trabalhar em casas noturnas. Então seu pai e ela partiram para a fronteira de Tijuana - México. No início dos anos 30 o lugar era um ponto turístico muito popular para as pessoas de Los Angeles.
Ela dançou com o pai em casas noturnas até que Winfield Sheehan o chefe da Fox Film Corporation a viu dançar no Caliente Club e rapidamente providenciou a Rita um teste. Uma semana mais tarde impressionado com a beleza de sua imagem na tela, assinaram um contrato de seis meses na Fox, com o nome de Rita Cansino, antes da mudança de nome para a sua carreira cinematográfica.

Rita Rayworth como Gilda - 1946
O filme em que consagrou a vida artista de Rita foi Gilda de 1946, que conta a história de uma mulher sedutora que reencontra um antigo amor.
Rita foi casada e divorciou-se cinco vezes, em entrevista ela disse que o motivo de tantos divórcios era:


 "A maioria dos homens apaixonaram-se por Gilda, mas acordavam com Rita."

Veja sua performance como Gilda cantando Put the blame on Mame:


Rita Rayworth morreu na casa de sua filha Yasmin, em Nova Iorque, aos 69 anos de idade vítima do mal de Alzheimer, do qual padecia desde a década de 60, mas que só foi finalmente diagnosticado em 1980.

Fonte e inspiração: WK

Você também vai gostar:

Comentários
0 Comentários

0 comentários

Obrigada por sua visita! Deixe seu comentário e sinta-se a vontade para voltar quando quiser.