Uma imagem vale mais que mil palavras

09:55

Christopher Morrison e Helen Fowler

Na manhã do dia 20 de abril de 1941, depois de 150 bombas incendiarem e destruírem St. Bartholomew - East Ham, a noiva e o noivo chegaram à igreja totalmente destruída. Eles encontraram as madeiras carbonizadas e as paredes devastadas no dia em que iriam se casar. Mas Helen Fowler de 20 anos e seu namorado Christopher Morrison, um soldado canadense de 21 anos, se puseram orgulhosamente em meio às ruínas da igreja e fizeram seus votos de casamento, enquanto bombeiros ainda jogavam as mangueiras sobre as vigas que estavam em chamas.
O Reverendo Albon Rabson pároco da igreja, conduziu a cerimônia, com toda a dignidade de uma ocasião normal. Um porta-voz da igreja disse na época o casal não se ajoelhou por causa dos escombros e logo após foi trazida uma mesa para os registros de casamento.

     O casamento foi notícia de primeira página na Grã-Bretanha e no Canadá.

Eles se conheceram quando Helen se juntou a ''Girl Pipers Dagenham'' com a idade de 12 anos, um grupo de gaiteiros que acompanhou o rei e a rainha quando visitaram o Canadá em 1939. Foi em Toronto que ela conheceu aquele que seria seu marido. Quando ela voltou pra casa na Inglaterra, 10 semanas depois que a guerra havia sido declarada, eles continuaram a escrever cartas um para o outro, do outro lado do Atlântico e mais tarde quando ele chegou à Inglaterra com as forças canadenses fez o pedido de casamento.


Anos depois em 1983, quando entrevistado por Colin Grainger do ''Newham Recorder'' eles disseram que se lembravam do dia do casamento como se fosse ontem.

     - "Ele já estava com quase uma hora e meia de atraso ", disse Helen .


     - " Ah , mas eu tinha uma desculpa ", disse Chris .
     - " Algumas bombas haviam caído na noite anterior. "


Chris estava hospedado em um albergue especial para militares na cidade e saiu com muito tempo de sobra com seu padrinho de casamento mas os bombardeiros de Hitler tinham atingido Londres severamente durante a noite.


    - " Haviam buracos em edifícios e em toda parte, foi uma visão inacreditável ", lembrou Chris.
    -  "Foi como estar no inferno. Estávamos no trem e de repente recebemos ordens.''
Levou séculos para chegarmos à igreja.


    - ''Mesmo cansados e tristes com a imagem que tivemos não desistimos do nosso grande dia.''

Helen & Christopher Morrison.


Um amor que sobreviveu a guerras, caos e destruição.

Fonte e inspiração: newhamstory

Você também vai gostar:

Comentários
4 Comentários

4 comentários

  1. uma das histórias mais lindas que já vi *---*

    ResponderExcluir
  2. que história incrível. e triste também, né.

    ResponderExcluir
  3. Quanta coragem e quanto amor <3

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita! Deixe seu comentário e sinta-se a vontade para voltar quando quiser.